Do que falam os turistas sobre o Parque Estadual Lagoa da Jansen em São Luís/Maranhão no Tripadvisor?

  • Saulo Ribeiro dos Santos Universidade Federal do Maranhão
  • José Manoel Gonçalves Gândara Universidade Federal do Paraná

Resumo

A tecnologia tem favorecido a divulgação e promoção da imagem de um destino turístico, mediante sites específicos de turismo, como o TripAdvisor. Pois, neste é possível à inserção de comentários (positivos e negativos) acerca dos atrativos, empresas e serviços prestados no local visitado. Desta forma, objetiva-se no presente trabalho compreender a imagem percebida pelos turistas quanto a Lagoa da Jansen mediante análise de comentários no site TripAdvisor. A metodologia é considerada aplicada, descritivo-exploratório, de análise quantitativa e qualitativa. A amostra foi composta por quarenta e dois comentários dos turistas no site, quanto a “Lagoa da Jansen” na cidade de São Luís (Maranhão). A coleta de dados foi realizada nos meses de dezembro de 2015 a fevereiro de 2016. Analisou-se todos os comentários, utilizando o programa Excel para tabulação. Os principais resultados indicam que existe predominância de comentários negativos sobre a Lagoa da Jansen, mas que alguns positivos destacam aspectos quanto à paisagem e opção de lazer e entretenimento do lugar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Saulo Ribeiro dos Santos, Universidade Federal do Maranhão

Professor Adjunto do Departamento de Turismo e Hotelaria da UFMA

Bacharel em Turismo

Mestre em Administração e Desenvolvimento Empresarial

Doutorando em Gestão Urbana

Doutorando em Geografia

José Manoel Gonçalves Gândara, Universidade Federal do Paraná

Doutor em Turismo e Desenvolvimento Sustentável. Professor Adjunto do Programa de Mestrado e Doutorado em Geografia e Mestrado em Turismo da Universidade Federal do Paraná

Publicado
27-12-2018
Como Citar
SANTOS, S.; GÂNDARA, J. M. Do que falam os turistas sobre o Parque Estadual Lagoa da Jansen em São Luís/Maranhão no Tripadvisor?. Revista de Turismo Contemporâneo, v. 6, n. 2, p. 291-314, 27 dez. 2018.
Seção
Artigos