HABERMAS: A PASSAGEM DA ÉTICA DO SUJEITO PARA A DO DISCURSO

Autores

  • DAVID COSTA UFRJ

DOI:

https://doi.org/10.21680/2674-6131.2023v5n2ID33849

Palavras-chave:

Ética, Filosofia Prática, Teoria dos Atos de Fala.

Resumo

Este artigo propõe-se a discutir a ética na visão de Habermas. No trabalho, vamos explicar como Habermas constrói a sua Ética do Discurso a partir de uma reformulação da Imperativo Categórico de Kant. Isso porque, tal como para Kant, Habermas também compreende que as normas morais devem ser passíveis de universalização. No entanto, para o filósofo do pragmatismo, essa universalização não é mais resultado da reflexão monológica do sujeito, mas resultado do discurso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-02-2024

Como Citar

COSTA, D. HABERMAS: A PASSAGEM DA ÉTICA DO SUJEITO PARA A DO DISCURSO. Revista Saridh – Linguagem e Discurso, [S. l.], v. 5, n. 2, 2024. DOI: 10.21680/2674-6131.2023v5n2ID33849. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/RevSaridh/article/view/33849. Acesso em: 16 jul. 2024.