A ORDEM ECONÔMICA E A REFORMA TRABALHISTA

  • Isabela Lins Martini Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • Natalia Biondi Gaggini Robles Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Resumo


A ordem econômica constitucional brasileira é fundada na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa, valores que podem colidir frequentemente num regime de mercado neoliberal. Com a promulgação da Reforma Trabalhista, muito se fala na desvalorização do trabalho humano, na precarização das condições de trabalho e na mitigação da dignidade da pessoa humana. Nesse sentido, pretende-se analisar os fundamentos, os princípios e os objetivos da ordem econômica a fim de entender se a Reforma Trabalhista de fato degradou as condições do trabalhador ou se tem o condão de reaquecer a economia e diminuir a taxa de desemprego.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
26-09-2019
Como Citar
MARTINI, I. L.; ROBLES, N. B. G. A ORDEM ECONÔMICA E A REFORMA TRABALHISTA. Revista Digital Constituição e Garantia de Direitos, v. 12, n. 1, 26 set. 2019.
Seção
Artigos