Tudo acontece no jardim secreto

diálogos entre práticas sociais de inclusão e infância

Palavras-chave: Inclusão, Infância, Processos de socialização, Cultura de pares

Resumo

Resumo: Neste texto discutimos, a partir da Sociologia da Infância, como a infância e a inclusão dialogam no contexto do filme “O jardim secreto”, produzido em 1993, a partir de uma adaptação do clássico conto de fadas “The Secret Garden” do Frances Hodgson Burnett (1911). A discussão teórica ancora-se nos estudos de Plaisance (2004; 2005; 2006; 2010; 2015), Corsaro (2011), Sarmento (2004; 2005), Ferreira (2004) e Fernandes (2004). Ao olharmos para as infâncias e a inclusão na perspectiva da Sociologia da Infância visualizamos diálogos interdisciplinares no que diz respeito às tendências teóricas e conceituais que se complementam e causam possibilidades de mestiçagem na construção de novos conhecimentos, principalmente quando a inclusão, a infância e a imaginação, numa relação de interdependência, provocam a quimera e a superação do modelo tradicional dos processos de socialização a partir da cultura de pares.

Palavras-chave: Inclusão. Infância. Processos de socialização. Cultura de pares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Idorlene da Silva Hoepers, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense - IFC

Possui graduação em Pedagogia (2003), graduação em Ciências da Computação (1995), mestrado em Educação (2003) e doutorado em Educação pela Universidade do Vale do Itajaí (2017) com inserção de pesquisa no Instituto Politécnico do Porto (PPorto - Portugal). Atualmente é Professora de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense (IFC) - Campus Camboriú. atuando como docente no Curso de Licenciatura em Pedagogia e no Programa de Pós Graduação Stricto Sensu em Educação (PPGE) - Mestrado Acadêmico em Educação do IFC Campus Camboriú. Tem experiência na área de Educação, com ênfase nos seguintes temas: aprendizagem, formação de professores;, educação, educação inclusiva e ensino. Desempenha a função de Coordenadora Institucional do Programa de Residência Pedagógica do IFC (2018 - 2020). Exerce a função de Coordenadora Institucional do Programa de Fomento à Formação de Professores da Educação Básica (ProF Licenciatura) (2018-2020) vinculado ao Programa de Residência Pedagógica Institucional.

Alexandre Vanzuita, Universidade Federal do Paraná - UFPRInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense – IFC

Possui Licenciatura em Educação Física pela Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC (2004). Mestre em Educação pela Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC (2007). Doutor em Educação pela Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI (2016). Pós-doutor em Educação pela Universidade Federal do Paraná - UFPR (2018). Exerceu a função de Tesoureiro Estadual do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE) em Santa Catarina (Gestão 2009-2011 e 2013-2015). Atuou como Coordenador de Gestão de Área no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID/IFC (2014-2016). Atualmente é Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense (IFC) - Campus Camboriú. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, identidade(s) profissional(is), inserção profissional, produção da pesquisa, mestiçagem.

Jéssica Albino, Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú

Licenciada em Pedagogia pelo Instituto Federal Catarinense - campus Camboriú, Especialista em Supervisão e Orientação Educacional pela Faculdade São Luís de Educação e Mestre em Educação pela Universidade do Estado de Santa Catarina, na linha Educação, Comunicação e Tecnologia. Atualmente é Pedagoga Social na Prefeitura Municipal de Penha, vinculada ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) deste município. Possui experiência em docência no Ensino Superior (professora substituta no curso de Licenciatura em Pedagogia do Instituto Federal Catarinense - campus Camboriú) e Orientação Educacional na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede municipal de ensino de Balneário Camboriú (SC).

Referências

ARROYO, Miguel Gonzales. Corpos precarizados que interrogam nossa ética profissional. In: ARROYO, Miguel Gonzales; SILVA, Maurício Roberto da (Org.). Corpo Infância: Exercícios tensos de ser criança por outras pedagogias dos corpos. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012, p. 24-54.

CORSARO, William A. Sociologia da Infância. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2011.

FERNANDES, Florestan. Folclore e mudança social na cidade de São Paulo. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

FERREIRA, Maria Manuela Martinho. Do "avesso" do brincar ou... as relações entre pares, as rotinas da cultura infantil e a construção da(s) ordem(ens) social(ais) instituintes(s) das crianças no jardim-de-infância. In: SARMENTO, Manuel Jacinto; CERISARA, Ana Beatriz. Crianças e miúdos: perspectivas sociopedagógicas da infância e educação. Porto, Portugal: Edições ASA, 2004.

SARMENTO, Manuel Jacinto; As culturas da infância nas encruzilhadas da 2ª modernidade. In: SARMENTO, Manuel Jacinto; CERISARA, Ana Beatriz (Orgs.). Crianças e miúdos: perspectivas sociopedagógicas da infância e educação. Porto, Portugal: Edições ASA, 2004, p. 9-34.

SARMENTO, Manuel Jacinto. Gerações e Alteridade: interrogações a partir da sociologia da infância. Educação e Sociedade. Campinas, Cortez, vol. 26, n. 91, p.361-378, mai/ago 2005.

PLAISANCE, Eric. Para uma sociologia da infância. Educação e Sociedade. Campinas: Cortez/Cedes, vol. 25, n.86, p.221-241, abril/2004.

PLAISANCE, Eric. Sobre a inclusão: do moralismo abstrato à ética real. 2005. Disponível em: http://cape.edunet.sp.gov.br/textos/textos/6.doc. Acesso em: 20 jan. 2019.

PLAISANCE, Eric. Representações sociais do handicap no ocidente: história e atualidade. Perspectiva, Florianópolis, v. 24, n. Especial, p. 223-250, jul./dez. 2006.

PLAISANCE, Eric. Ética e inclusão. Cadernos de Pesquisa, v. 40, n. 139, jan./abr. 2010.

PLAISANCE, Eric. Da educação especial à educação inclusiva: esclarecendo as palavras para definir as práticas. Educação (Porto Alegre, impresso), v. 38, n. 2, p. 230-238, maio/ago. 2015.
Publicado
03-09-2020
Como Citar
Hoepers, I. da S., Vanzuita, A., & Albino, J. (2020). Tudo acontece no jardim secreto. Revista Educação Em Questão, 58(57). https://doi.org/10.21680/1981-1802.2020v58n57ID20398
Seção
Artigos