Formação e prática docente no estado do Pará

  • Arlete Maria Monte de Camargo Universidade Federal do Pará
  • Maria Edileneda Silva Ribeiro Universidade Federal do Pará
Palavras-chave: Políticas educacionais. Formação inicial. Formação continuada.

Resumo

O artigo tem como referência o Plano de Ações Articuladas (PAR) e sua relação com as políticas de formação de professores no estado do Pará. A discussão teórica desenvolvida considera a dimensão formação de professores como uma das diretrizes privilegiadas pelas políticas educacionais. Caracteriza o caminho percorrido no estado após a aprovação da LDB, sobressaindo a formação de professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Os resultados apontam para a necessidade de se articular as políticas de formação docente aos processos de valorização docente, sem o que não haverá repercussões satisfatórias na prática docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arlete Maria Monte de Camargo, Universidade Federal do Pará

Profa. Dra. Arlete Maria Monte de Camargo

Universidade Federal do Pará

Instituto de Educação

Campus do Guamá | Belém | Pará

Grupo de Estudos e Pesquisas da Educação Superior | GEPES

E-mail | acamargo@ufpa.br
Maria Edileneda Silva Ribeiro, Universidade Federal do Pará

Profa. Dra. Maria Edileneda Silva Ribeiro

Universidade Federal do Pará

Faculdade de Pedagogia

Campus Castanhal | Pará

Grupo de Estudos e Pesquisas da Educação Superior | GEPES

E-mail | mariaedilene@ufpa.br
Publicado
15-12-2014
Como Citar
Camargo, A. M. M. de, & Ribeiro, M. E. S. (2014). Formação e prática docente no estado do Pará. Revista Educação Em Questão, 50(36), 156-182. https://doi.org/10.21680/1981-1802.2014v50n36ID7082
Seção
Artigos