Mitos e concepções acerca do bilinguismo infantil: um estudo de caso de mãe peruana e filha brasileira

  • Bruna Teixeira Correa Universidade Federal de Pelotas
  • Isabella Ferreira Mozzillo Universidade Federal de Pelotas

Resumo

Variados são os mitos que envolvem a aquisição de mais de uma língua durante a infância. Tais concepções errôneas acabam tendo influência nas atitudes linguísticas dos pais, principalmente porque muitas delas são difundidas por profissionais. Este estudo de caso tem como objetivos principais observar a influência dos mitos que circundam o bilinguismo infantil na atitude linguística de uma mãe que decidiu não ensinar a sua língua materna a sua filha, identificar o sentimento da filha, já adulta, em relação a essa escolha e observar o papel do pai nessa decisão. Para isso, foram gravadas entrevistas com mãe e filha tendo por base um roteiro previamente elaborado. Os resultados apontaram que a mãe sofreu influências de mitos referentes ao bilinguismo infantil na decisão de não ensinar a sua língua materna a sua filha; que esta questiona a decisão de sua progenitora; e que o pai teve influência negativa na decisão da mãe.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
26-08-2020
Como Citar
TEIXEIRA CORREA, B.; FERREIRA MOZZILLO, I. Mitos e concepções acerca do bilinguismo infantil: um estudo de caso de mãe peruana e filha brasileira. Revista do GELNE, v. 22, n. 2, p. 159-173, 26 ago. 2020.
Seção
Artigos