Uma Proposta linguística de classificação de constituintes morfológicos que compõem formas verbais latina

Resumo

Tomando como base a comutação que se faz no eixo paradigmático para a identificação e classificação de morfema (SAUSSURE, 2012, p. 171-175) e (CASTILHO, 2010, p. 46-48), inquietamo-nos quanto à classificação apresentada nas Gramáticas Latinas, a respeito de alguns constituintes (vogal de ligação, desinência modo-temporal e desinência número-pessoal), em determinadas conjugações. Por conta disso, apresentamos este estudo, no qual discutimos a classificação de alguns constituintes, com base na Teoria Estruturalista – que estuda a estrutura e a formação dos vocábulos, colocando o morfema no centro da análise –, para demonstrarmos todos os morfemas/elementos que constituem cada forma (pessoa/modo-tempo/conjugação) verbal latina da diátese ativa, nos tempos do infectum, e, com isso, apresentarmos uma proposta de classificação de alguns constituintes verbais latinos, condizente com estudos linguísticos modernos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Soraya Paiva Chain, Universidade Federal do Amazonas

Doutora em Linguística (UFSC)

Professora do Curso de Letras, Língua e Literatura Portuguesa (UFAM)

Líder do Grupo de Pesquisa GELLAMA (Grupo de Estudos de Língua Latina de Manaus)

Victor de Lima Serudo, Universidade Federal do Amazonas

Graduando do Curso de Letras, Língua e Literatura Portuguesa (UFAM).

Publicado
11-02-2021
Como Citar
CHAIN, S. P.; DE LIMA SERUDO, V. Uma Proposta linguística de classificação de constituintes morfológicos que compõem formas verbais latina. Revista do GELNE, v. 23, n. 1, p. 131-144, 11 fev. 2021.
Seção
Artigos