Aspecto e composicionalidade: um olhar para os argumentos do verbo

  • Vanessa Escher Pagotto Ronchi Universidade Federal de Viçosa - Campus Florestal
  • Arabie Bezri Hermont PUC Minas

Resumo

O estudo do fenômeno aspectual no âmbito da composicionalidade, baseando-se na
combinação do significado do verbo com seus argumentos, tem se mostrado relevante na
atualidade. Nesse contexto, objetivou-se investigar, em sentenças do Português Brasileiro
contemporâneo, se a natureza dos sintagmas nominais (argumentos internos e argumento
externo) influencia a leitura aspectual do sintagma verbal e da sentença. Por uma
abordagem qualitativa, foram analisadas 93 sentenças selecionadas de 52 notícias de jornais
no período de dezembro de 2018 a junho de 2019. Fundamentando-se em Verkuyl (1972,
1989, 1993, 2002), investigou-se o modo como as sentenças podem expressar diferentes
formas de temporalidade, em termos da oposição aspecto terminativo/aspecto durativo.
Das 93 ocorrências, 80 eram verbos achievements, seis eram verbos de atividade e sete eram
verbos accomplishments. Em todas as sentenças com verbos achievements transitivos, houve
alteração da interpretação aspectual em decorrência da natureza dos argumentos internos e
externo. Situações apresentadas por verbos também achievements, porém intransitivos,
fossem inergativos ou inacusativos, tiveram a terminatividade reforçada por complementos
ocupando a posição do argumento interno. Com verbos de atividade e transitivos, houve
modificação aspectual da situação, que passou a télica, devido à especificação dos
argumentos internos e do argumento externo. Quando os verbos, apesar de indicarem
atividade, eram inergativos, observou-se que, estando a posição do argumento interno
ocupada, a situação passou a télica. Com verbos accomplishments, as situações apresentaram
caráter durativo na presença de argumentos internos e argumento externo indeterminados.
Concluiu-se que a natureza desses sintagmas nominais é fundamental no estudo do
aspecto, devido à atualização no nível do sintagma verbal e no nível da sentença. Destacou-
se na pesquisa o papel igualmente importante do argumento externo para a leitura
aspectual, confirmando-se que, assim como postula Verkuyl, o limite superior do aspecto é
o nível da sentença e não do verbo ou do sintagma verbal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Escher Pagotto Ronchi, Universidade Federal de Viçosa - Campus Florestal

Técnica em Assuntos Educacionais da UFV - Campus Florestal

Mestre em Linguística e Língua Portuguesa pela PUC-Minas

Arabie Bezri Hermont, PUC Minas
Professora do Programa de Pós-Graduação em Letras da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Doutora em Linguística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Publicado
17-09-2021
Como Citar
ESCHER PAGOTTO RONCHI, V.; HERMONT, A. B. Aspecto e composicionalidade: um olhar para os argumentos do verbo. Revista do GELNE, v. 23, n. 2, p. 191-206, 17 set. 2021.
Seção
Artigos