A importância dos estudos métricos da informação na construção de indicadores para a formação e desenvolvimento de coleções

  • Raimunda Fernanda dos Santos
  • Nadia Aurora Vanti Vitullo Departamento de Ciência da Informação - UFRN

Resumo

Enfatiza a importância dos estudos métricos da informação na construção de indicadores para a formação e desenvolvimento de coleções. Objetiva abordar os métodos quantitativos como instrumentos de administração para a mensuração de dados, os quais podem facilitar o estabelecimento de diagnósticos e de avaliações a fim de otimizar a tomada de decisão para a formação e desenvolvimento de coleções nas unidades de informação. Utiliza como metodologia as pesquisas bibliográficas e eletrônicas as quais subsidiaram o desenvolvimento do estudo. Conclui destacando que a análise quantitativa da literatura, como instrumento de administração, pode acelerar o alcance da meta do bibliotecário que é a de maximizar a utilização social dos registros de informação para fins de benefício de seus usuários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, Maria Cristina Barbosa de. Planejamento de bibliotecas e serviços de informação. Brasilia, DF: Briquet de Lemos, 2005.

ANDRADE, Diva ; VERGUEIRO, Waldomiro de Castro Santos. Aquisição de matérias de informação. Brasília: Brinquet de Lemos, 1996.

BRANÍCIO, Simone de A. R.; CASTRO FILHO, Cláudio M. O trabalho do dirigente de unidades de informação sob diferentes perspectivas administrativas. Perspectivas em Ciência da Informação, Minas Gerais, v.12, n.3, p.142-155, set./dez. 2007.

LIMA, Regina Célia Montenegro de. Bibliometria : análise quantitativa da literatura como instrumento de administração em sistemas de informação. Ci. Inf., Brasília, v. 15, n. 2, p.127-133, jul./dez. 1986.

MACIEL, A. C.; MENDONÇA, M. A. R. Bibliotecas como organizações. Rio de Janeiro: Interciência, 2000.

MARCHIORI, P. Z. A ciência e a gestão da informação: compatibilidade no espaço profissional. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 31, n. 2, p. 72-79, maio/ago. 2002. Disponível em: <http://www.ibict.br/cionline/>. Acesso em: 23 maio. 2014.

MORALES; Melvyn. Informetrics and its importance. Internation Fórum on Information and Documentation, v.10, n.2, p.15-21, April 1985.

MUGNAINI, Rogério; CARVALHO, Telma; CAMPANATTI-OSTIZ, Heliane.

Indicadores de produção científica: uma discussão conceitual. In: POBLACION, Dinah Aguiar; WITTER, Geraldina Porto; SILVA, José Fernando Modesto da. Comunicação & produção científica: contexto, indicadores e avaliação. São Paulo: Angellara, 2006. p.313-340.

NORONHA, Dayse Pires; MARICATO, João de Melo. Estudos Métricos da Informação : primeiras aproximações. Enc. Bibli: Rev. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, n. esp., 2008.

OLIVEIRA, Ely Francina Tannuri de.; GRACIO, Maria Cláudia Cabrini. Perspectivas em Ciência da Informação, Minas Gerais, v.16, n. 4, p. 16-28, out./dez. 2011. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/pci/v16n4/v16n4a03.pdf>. Acesso em: 20 out. 2014.

TAGUE-SUTCLIFFE, J. Introduction to informetrics. Information Processing and

Management, v. 28, n.1 p. 1-3, 1992.

VERGUEIRO, Waldomiro de Castro Santos. Seleção de materiais de informação. Brasília: Briquet de Lemos, 1995.

______ . Desenvolvimento de coleções: uma nova visão para o planejamento de recursos informacionais. Ci. Inf., Brasília, v. 22, n.1, 1993. Disponível em: <http://revista.ibict.br/index.php/ciinf/article/view/1208/849> . Acesso em: 10 dez. 2014.

______ . Seleção de materiais de informação. Brasília: Brinquet de Lemos,1997.

WEITZEL, Simone R. O desenvolvimento de coleções e a organização do conhecimento : suas origens e desafios. Perspect. Cienc. Inf., Belo Horizonte, v.7, n.1, p.61-67, jan./jun. 2002.

Publicado
05-04-2017
Como Citar
SANTOS, R. F. DOS; VITULLO, N. A. V. A importância dos estudos métricos da informação na construção de indicadores para a formação e desenvolvimento de coleções. Revista Informação na Sociedade Contemporânea, v. 1, n. 2, p. 1-18, 5 abr. 2017.
Seção
Artigos