Conhecimento proibido: a interdição da leitura em regimes políticos autoritários

Autores

  • Lúcia de Fátima Vieira da Costa UFRN
  • José Willington Germano

Resumo

A história da leitura revela que ao longo do tempo a palavra escrita sofre vigilância e repressão; o que provoca a presente reflexão sobre o significado político da leitura, considerando o que chamamos de “conhecimento proibido” em regimes autoritários. A interdição à palavra escrita, através da instituição da censura ou pela repressão aos seus autores e leitores é acompanhada de um discurso que a justifica, utilizado pelos donos do poder arbitrário, que se definem como “guardiães da ordem”, que agem em favor da democracia ou em defesa da ordem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

14-10-2013

Como Citar

COSTA, L. de F. V. da; GERMANO, J. W. Conhecimento proibido: a interdição da leitura em regimes políticos autoritários. Revista Inter-Legere, [S. l.], v. 1, n. 11, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/interlegere/article/view/4306. Acesso em: 21 maio. 2022.