A presença/ausência da produção marxiana e de Manacorda nos currículos de pedagogia das universidades federais

Palavras-chave: Pedagogia, Universidades Federais, Fundamentos da Educação, Manacorda, Marx

Resumo


Este artigo objetiva analisar a presença e ausência dos textos de Marx e Manacorda nos cursos de pedagogia de universidades federais. Assim, procura desvelar as orientações epistemológicas presentes na área de fundamentos da educação. Para realização do trabalho foram analisados os projetos político pedagógicos e a bibliografia disponibilizadas nos endereços eletrônicos das instituições. Tendo como princípio norteador o referencial teórico marxista, foram utilizados os seguintes autores: Gramsci (1982), Manacorda (1996, 2007), Marx (1984, 2007), Frigotto (2003), entre outros. A ausência de uma epistemologia alicerçada no materialismo histórico e dialético explica-se pela hegemonia material da burguesia que se traduz em um modelo de formação de professores que esvazia o conhecimento. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Albornoz, S. (2004). O que é trabalho. São Paulo: Brasiliense.
Brasil (1998). Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos: Apresentação dos temas transversais. Brasília: MEC/SEF, 1998.
Facci, M. G. D. (2004). Valorização ou esvaziamento do trabalho do professor? um estudo crítico-comparativo da teoria do professor reflexivo, do construtivismo e da psicologia vigotskiana. Campinas, SP: Autores Associados.
Ferretti, C. J., Zibas, D. M. L., Madeira, F. R., & Franco, M. L. P. B. (Org.). (1994). Novas tecnologias, trabalho e educação: Um debate multidisciplinar (3ª edição). Petrópolis, RJ: Vozes.
Frigotto, G. Educação e a crise do capitalismo real (5a edição). São Paulo: Cortez, 2003.
Gramsci, A. (1982). Os intelectuais e a organização da cultura (C.N. Coutinho, Trad. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.
Manacorda, M. A. (1996). História da educação: Da Antiguidade aos nossos dias. São Paulo: Cortez, 1996.
Manacorda, M. A. (1991). Marx e a pedagogia moderna. Campinas: Autores Associados.
Manacorda, M. A. (2013). O Princípio educativo em Gramsci: americanismo e conformismo. Campinas: Alínea, 2013.
Marx, K., & Engels, F. (1984). A ideologia alemã. São Paulo: Hucitec.
Marx, K., & Engels, F. (2007). A ideologia alemã. São Paulo: Boitempo.
Netto Paulo, J. (1998) Prólogo: elementos para uma leitura crítica do Manifesto Comunista. In: K. Marx, Manifesto do Partido Comunista. São Paulo: Cortez.
Nosella, P., & Buffa, E. (2005). As pesquisas sobre instituições escolares: O método dialético marxista de investigação. Eccos Revista Científica, 7 (2), 351-368.
Saviani, D. (2007). Prefácio. In M. A. Manacorda, Marx e a pedagogia moderna. Campinas: Autores Associados.
Saviani, D. Transformações do capitalismo, do mundo do trabalho e da educação. In: J.C. Lombardi et al. (Orgs.), Capitalismo, trabalho e educação (3a edição). Campinas, São Paulo; Autores Associados.
Fundação Universidade Federal da Grande Dourados (2018). Projeto Político Pedagógico de Pedagogia. Recuperado de http://files.ufgd.edu.br/arquivos/arquivos/78/COGRAD/Resolu%C3%A7%C3%A3o%20CEPEC%20235-2018%20altera%20PPC%20Pedagogia.pdf
Universidade Federal do Amazônas. Projeto Político Pedagógico (s.d). Recuperado de http://faced.ufam.edu.br/images/stories/arquivos/projeto%20pedagogico%20de%20pedagogia.pdf
Universidade Federal do Ceará Faculdade de Educação Curso de Pedagogia (2008). Projeto Político Pedagógico. Recuperado de http://www.faced.ufc.br/wp-content/uploads/2018/09/pp-pedagogia-1.pdf
Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (2012). Projeto Político Pedagógico de Pedagogia. Recuperado de http://media.ufvjm.edu.br/content/uploads/sites/18/2014/09/Pedagogia-Projeto-Pedag%C3%B3gico.pdf
Publicado
24-03-2019
Como Citar
Gomes, M. A. de O. (2019). A presença/ausência da produção marxiana e de Manacorda nos currículos de pedagogia das universidades federais. History of Education in Latin America - HistELA, 2, e17199. Recuperado de https://periodicos.ufrn.br/histela/article/view/17199
Edição
Seção
Artigos