A expansão do ensino primário rural na região de Birigui - Noroeste Paulista – Brasil (1920-1960)

Palavras-chave: Imigração, Colonização, Escolas rurais, Brasil, Noroeste Paulista

Resumo


Este estudo compreende a atividade educativa formal desenvolvida pelo governos municipal e estadual na zona rural do município de Birigui/SP, entre 1920 a 1960, levando em consideração os antecedentes de colonização e imigração. O objetivo consiste em apontar algumas notas sobre o desenvolvimento da escola primária rural no município de Birigui/SP, por meio da localização, reunião e analise de fontes documentais. Para a analise desse objeto de estudo, procedeu-se à utilização tanto de indicadores do tipo quantitativo, como qualitativos. O ensino primário rural no Brasil segundo Ávila e Souza (2013) na década de 1940 foi concebido para instruir, civilizar, moralizar, higienizar e nacionalizar, tendo por objetivo fixar o homem no campo para segurança nacional, daí o expressivo número de escolas rurais, inclusive em Birigui/SP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

  • Ávila, V. P. S. (2013). História do ensino primário rural no estado de São Paulo e Santa Catarina (1921 – 1952): Uma abordagem comparada. Araraquara, 2013. Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara.

  • Birigui. (1948). Birigui em sua 1ª concentração rural. Birigui: Gráfica Novos Rumos.

  • Camargo, A. P. R. (2010). Povoar o hinterland: o ensino rural como fronteira entre estatística e educação na trajetória de Teixeira de Freitas. Revista Brasileira de História da Educação, 23, 133-167.

  • Carramaschi, E. (1948). O problema do ensino primário na zona rural. In: BIRIGUI. Birigui em sua 1ª concentração rural. Birigui, SP: Gráfica Novos Rumos. p.94-95.

  • Cerecedo, A. C., Los Rios, J. A. G., & Fernández, C. E. (2011). Campesinos y escolares la construcción de la escuela em el campo latinoamericano: siglos XIX y XX. México: Miguel Angel Porrúa: El Colegio Mexiquense.

  • Elias, N. (1997). Os alemães: a luta pelo poder e a evolução do habitus nos séculos XIX e XX. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

  • Ercilla, A. M., & pinheiro, B. (Org.). (1928). O estado de São Paulo: zona noroeste. São Paulo: Propaganda Pan-americana.

  • Freitas, S. M. (1999). E chegaram os imigrantes... (o café e a imigração em São Paulo) (2ª ed.) São Paulo: edição da autora.

  • Lionetti, L., Civera, A., & Werle, F. O. C. (2013). Sujetos, comunidades rurales y culturas escolares em América Latina. Rosario: Prohistoria Ediciones.

  • Mendonça, S. R (2011). Imperialismo, educácion rural y dualidad pedagógica em Brasil, 1946-1951. In A. C. Cerecedo.; J. A. G. Los Rios, & C. E. Fernández, C. E. Campesinos y escolares la construcción de la escuela em el campo latinoamericano – siglos XIX y XX. México: Miguel Angel Porrúa; El Colegio Mexiquense.

  • Minicucci, V. (1948). 1° Congresso rural de Birigui: escolas para a zona rural. In Birigui. Birigui em sua 1ª concentração rural (69-72). Birigui: Gráfica Novos Rumos.

  • Moreira, A. C. (2008). História do café no Brasil. (1ª ed.) São Paulo: Magna Editora Cultural.

  • Os Municípios. (1939). A revista que o Brasil lê. São Paulo.

  • Pereira, M. A. F. Radiografia de la educación rural paulista (1936). In L. Lionetti, A. Civera, & F. O. C. Werle. Sujetos, comunidades rurales y culturas escolares em América Latina. Rosario: Prohistoria Ediciones; El Colegio Mexiquense; El Colegio de Michoacán.

  • Pisani, S. (1937). Lo Stato di San Paolo nell Cinquantenario dell´Immgrarione. São Paulo.

  • Rémond, R. (Org.). (2003). Por uma história política (2ª ed.). Rio de Janeiro: FGV.

  • Serra, Á. E. (2007). A formação do professor alfabetizador em Birigui/SP (1961/1976). Araraquara: Junqueira & Marin.

  • Serra, Á. E., & Biancolin, R. A. (2011). Coleção Birigui Cem Anos (Fasc. 4). Araçatuba: Folha da Região.

  • Serra, Á. E. (2014a). A influência da imigração italiana nas escolas de Birigui – São Paulo – Brasil. In J. M. H. DÍAZ. Influencias italianas em la educación española e iberoamericana. Salamanca: Fahrenhouse.

  • Serra, Á. E. (2014b). La expansion de las escuelas primarias rurales de Birigui/SP en el contexto de la Segunda Guerra Mundial. Anais da International Standing Conference for The History of Education, Londres, Inglaterra, 36.

  • Souza, R. F., & Ávila, V. P. S. (2013a). As disputas em torno do ensino primário rural (São Paulo, 1931-1947). (no prelo)

  • Souza, R. F., & Ávila, V. P. S. (2013b). Para uma genealogia da escola primária rural: entre o espaço e a configuração pedagógica (São Paulo, 1889 – 1947). Anais do Congresso Brasileiro de História Ddaa Educação, Cuiabá, Brasil, 7.

Publicado
24-03-2019
Como Citar
Serra, Áurea E. (2019). A expansão do ensino primário rural na região de Birigui - Noroeste Paulista – Brasil (1920-1960). History of Education in Latin America - HistELA, 2, e17200. Recuperado de https://periodicos.ufrn.br/histela/article/view/17200
Edição
Seção
Artigos