EM NOME DE UMA GUERRA RACIAL TOTAL

O ESTILO DISCURSIVO DA ORGANIZAÇÃO KU KLUX KLAN NO CAMPO DAS MÍDIAS DIGITAIS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/1984-3879.2023v23n2ID31826

Palavras-chave:

Teoria Dialógica do Discurso e da Linguagem, Estilo Discursivo, Mídias Digitais, Ku Klux Klan

Resumo

Esta pesquisa prossegue em direção à análise dialógica do discurso da organização terrorista estadunidense Ku Klux Klan (KKK – doravante). Com efeito, objetiva-se compreender seu estilo discurso com vistas a verificar a relação entre forma e conteúdo na produção de sentidos. A justificativa embasa-se na emergência dessa temática, uma vez que, por estar em atividade, essa organização tem a possibilidade de: i) alistar novos integrantes; ii) atacar grupos raciais; iii) coordenar atos de terror; iv) doutrinar seu interlocutor estadunidense ou brasileiro acerca da crença de superioridade e inferioridade racial; v) angariar criptomoedas.  O referencial teórico-filosófico se respalda nas obras de Bakhtin (2015, 2016, 2017) e Volóchinov (2019a, 2019b, 2019c) no que tange à noção de forma, conteúdo, gênero discursivo. Em seu planejamento, fundamenta-se nestes cinco atos procedimentais: i) caracterização e escolha das organizações; ii) observação e registro das interações discursivas; iii) esboço das questões de pesquisa; iv) análise dialógica dos enunciados; v) escrita e apresentação da conclusão. Os resultados permitem a compreensão que o estilo discursivo da KKK se constitui de determinados signos ideológicos para mostrar a existência de uma pretensa batalha racial de grupos marginalizados contra brancos em função de um genocídio em massa, o que lhe responsabilizaria eticamente a reagir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Alexandre Fernandes Rodrigues, Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Licenciado em Letras (Habilitação em Língua Portuguesa, Língua Francesa e suas Literaturas) com bolsas de estudos CAPES e FAPERGS e Mestrando em Letras na área de concentração em Estudos da Linguagem com bolsa de estudos CAPES pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG. É pesquisador colaborador no Grupo de Pesquisa "Linguagem em Atividades no Contexto Escolar" da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUCSP; no Grupo de Estudos "Pensar os Extremos: Rede Internacional de Estudos sobre Nazismo, Memória e Guerra", da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG; no Projeto de Pesquisa "Relações entre Ética, Discurso e Mídias: Pesquisas sob a Perspectiva Dialógica", da FURG. Em seus artigos científicos, capítulos de livro, trabalhos completos e comunicações em Congressos Nacionais e Internacionais, promove discussões atinentes a práticas de campo na Web e análise dialógica do discurso de organizações neonazifascistas de origem brasileira, estadunidense, inglesa, polonesa, húngara e sul-africana.

Kelli Machado da Rosa, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Doutora em Letras, na área de concentração em linguística, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS- CNPq). Possui Mestrado em Letras, na área de concentração em linguística, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS - CAPES). É graduada em Letras pela Universidade Federal de Rio Grande (FURG) e possui ainda Especialização em Linguística e Ensino de Português também pela FURG. Possui experiência e desenvolve pesquisa na área de Linguística em interface com as áreas de Comunicação Social, com ênfase em discurso das mídias, Sociologia da Religião, Educação e Filosofia. Atua como pesquisadora colaboradora no grupo de pesquisa Tessitura: Vozes em (dis)curso, sediado na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, certificado pelo CNPq. Atualmente, é professora Adjunta na Universidade Federal do Rio Grande, atuando na graduação e também no corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL - FURG). Além disso, coordena o projeto de pesquisa "RELAÇÕES ENTRE ÉTICA, DISCURSO E MÍDIAS: PESQUISAS SOB PERSPECTIVA DIALÓGICA", desenvolvido no Instituto de Letras e Artes da FURG.

Referências

ALMEIDA, Sílvio Luiz de. Racismo estrutural. 1. ed. São Paulo: Sueli Carneiro; Editora Jandaíra, 2020.

AMEUR, Farid. A Guerra de Secessão 1861-1865. 1. ed. Lisboa: Edições 70, 2005.

BAKHTIN, Mikhail. Teoria do romance I: a estilística. Tradução, prefácio, notas e glossário de Paulo Bezerra; organização da edição russa de Serguei Botcharov e Vadim Kójinov. 1. ed. São Paulo: Editora 34, 2015.

BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. Organização, tradução, posfácio e notas de Paulo Bezerra; notas da edição russa de Serguei Botcharov. 1. ed. São Paulo: Editora 34, 2016.

BAKHTIN, Mikhail. Para uma filosofia do ato responsável. Tradução: Valdemir Miotello e Carlos Alberto Faraco. 3. ed. São Carlos: Pedro & João Editores, 2017.

BALLECK, Barry. Hate groups and extremist organizations in America: an encyclopedia. 1. ed. Santa Barbara, California: ABC-CLIO, 2019.

DISCINI, Norma. Bakhtin: contribuições para um estilística discursiva. In: PAULA, Luciane de; STAFUZZA, Grenissa (org.). Círculo de Bakhtin: teoria inclassificável. 1. ed. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010, p. 115-148.

GRANT, Susan-Mary. História Concisa dos Estados Unidos da América. Tradução: José Ignacio Coelho Mendes Neto. 1. ed. São Paulo: EDIPRO, 2014.

MOREIRA, Adilson. Racismo recreativo. 1. ed. São Paulo: Sueli Carneiro; Editora Jandaíra, 2020.

NASCIMENTO, João Luiz Serrano do. Nativismo e imigração nos Estados Unidos: uma análise da política de “tolerância zero” de imigração de Donald Trump de 2017 a 2018. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Relações Internacionais) - Curso de Relações Internacionais, Faculdade Damas da Instrução Cristã, Recife, 2019. Disponível em: https://revistas.faculdadedamas.edu.br/index.php/academico/article/view/2038. Acesso: 11 fev. 2023.

PONZIO, Augusto. O debate entre o estruturalismo linguístico e a dialogia bakhtiniana sobre o conceito de linguagem. In: PAULA, Luciane de; STAFUZZA, Grenissa (org.). Círculo de Bakhtin: diálogos (in)possíveis. 1. ed. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010, p. 69-100.

RODRIGUES, Marcos Alexandre Fernandes. O discurso polêmico e grotesco da Ku Klux Klan nestes últimos tempos. In: Rodas de Conversa Bakhtiniana, 2021, Belém. O grotesco de nossos tempos: vozes, ambientes, horizontes. São Carlos: Pedro & João Editores, 2021a. p. 1066-1072.

RODRIGUES, Marcos Alexandre Fernandes. O racismo e o lucro no discurso midiático: uma investigação sobre o enunciado 'Arbeit Macht Frei' em camisas de lojas virtuais. In: III Encontro Regional de Linguística e Ensino de Língua Portuguesa, 2021, Arcoverde. Apenas três... Discussões temáticas em língua, literatura e ensino. Arcoverde: Kandarus, 2021b. p. 1131-1146.

RODRIGUES, Marcos Alexandre Fernandes; ROSA, Kelli Machado. Análise do discurso do Ex-secretário Especial da Cultura: vozes (neo)nazistas e(m) diálogo tropicalizado. Afluente: Revista de Letras e Linguística, São Luís, v. 6, p. 124-145, jul./dez. 2021a. Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/afluente/article/view/16427. Acesso em: 24 mai. 2023.

RODRIGUES, Marcos Alexandre Fernandes; ROSA, Kelli Machado. Signos de ódio, terror e crueldade: o horizonte ideológico de uma organização (neo)cristonazifascista. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 56, p. 610-623, set./dez. 2021b. DOI: https://doi.org/10.15448/1984-7726.2021.3.40696. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fale/article/view/40696. Acesso em: 24 mai. 2023.

RODRIGUES, Marcos Alexandre Fernandes; SARATT, Luciana. A nação, o Trump e o povo: a trindade do populismo popular-nacionalista neofascista da organização QAnon. In: Janete Webler Cancelier; Helena Maria Beling; Marielen Priscila Kaufmann. (org.). Debates e discussões: ampliando olhares sobre a pesquisa. 1. ed. Santa Maria: Arco Editores, 2021, v. 1, p. 106-119.

RODRIGUES, Marcos Alexandre Fernandes. Em nome da raça, do orgulho e do povo branco: polêmicas veladas na construção do discurso da organização criptonazista White Lives Matter. In: MACHADO, Gabriella Eldereti; COSTA, Sabrina Copetti da; FOLMER, Ivanio. (org.). Debates contemporâneos: perspectivas e reflexões atuais. 1. ed. Santa Maria: Arco Editores, 2022a, v. 2, p. 408-426.

RODRIGUES, Marcos Alexandre Fernandes. Discurso e arianismo: tensões raciais na propaganda da organização supremacista Nação Ariana. In: MACHADO, Gabriella Eldereti; COSTA, Sabrina Copetti da; FOLMER, Ivanio. (org.). Debates contemporâneos: perspectivas e reflexões atuais. 1. ed. Santa Maria: Arco Editores, 2022b, v. 2, p. 296-309.

RODRIGUES, Marcos Alexandre Fernandes. Racismo, segregação e morte: análise dialógica do discurso das organizações Ku Klux Klan e White Lives Matter em mídias digitais. 2023. Dissertação (Mestrado em Letras) - Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, 2023. Disponível em: https://sistemas.furg.br/sistemas/sab/arquivos/bdtd/3d820364b0f22760876025fab7fa0cae.pdf. Acesso em: 30 mai. 2023.

SCHUCMAN, Lia Vainer, V. Entre o “encardido”, o “branco” e o “branquíssimo”: raça, hierarquia e poder na construção da branquitude paulistana. 2012. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-21052012-154521/pt-br.php. Acesso em: 9 fev. 2023.

SÉRIOT, Patrick. Vološinov e a filosofia da linguagem. Tradução: Marcos Bagno. 1. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2015.

SOUTHERN POVERTY LAW CENTER. Ku Klux Klan: A History of Racism and Violence. 6 ed. Montgomery, Alabama: Southern Poverty Law Center. 2011. Disponível em: https://www.splcenter.org/sites/default/files/Ku-Klux-Klan-A-History-of-Racism.pdf. Acesso em: 10 ago. 2022.

VOLÓCHINOV, Valentin. A palavra na vida e a palavra na poesia: para uma poética sociológica. In: VOLÓCHINOV, Valentin. A palavra na vida e a palavra na poesia: ensaios, artigos, resenhas e poemas. Organização, tradução, ensaio introdutório e notas de Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. 1. ed. São Paulo: Editora 34, 2019a, p. 109-148.

VOLÓCHINOV, Valentin. Estilística do discurso literário I: o que é a língua/linguagem? In: VOLÓCHINOV, Valentin. A palavra na vida e a palavra na poesia: ensaios, artigos, resenhas e poemas. Organização, tradução, ensaio introdutório e notas de Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. 1. ed. São Paulo: Editora 34, 2019b, p. 234-265.

VOLÓCHINOV, Valentin. Estilística do discurso literário II: a construção do enunciado. In: VOLÓCHINOV, Valentin. A palavra na vida e a palavra na poesia: ensaios, artigos, resenhas e poemas. Organização, tradução, ensaio introdutório e notas de Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. 1. ed. São Paulo: Editora 34, 2019c, p. 266-305.

Downloads

Publicado

24-09-2023 — Atualizado em 25-09-2023

Versões

Como Citar

FERNANDES RODRIGUES, M. A.; MACHADO DA ROSA, K. EM NOME DE UMA GUERRA RACIAL TOTAL: O ESTILO DISCURSIVO DA ORGANIZAÇÃO KU KLUX KLAN NO CAMPO DAS MÍDIAS DIGITAIS. Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação, [S. l.], v. 23, n. 2, p. 45–67, 2023. DOI: 10.21680/1984-3879.2023v23n2ID31826. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/31826. Acesso em: 23 jul. 2024.