A SANÇÃO NORMALIZADORA EM CORPOS INTERSEXO: UMA REFLEXÃO A PARTIR DE FOUCAULT E BUTLER

Autores

  • Mikelly Gomes da Silva UFRN
  • Marcos Mariano Viana da Silva UFRN

DOI:

https://doi.org/10.21680/1982-1662.2017v1n21ID13489

Palavras-chave:

Sanção normalizadora.Estudos queer.Abjeção.Intersexualidade.

Resumo

 

Este artigo tem como objetivo realizar um diálogo entre as ponderações de Michel Foucault, Judith Butler e Berenice Bento sobre a sanção normalizadora em corpos vistos como “estranhos” por não respeitarem as normas de gênero baseadas no modelo heterossexual. Neste texto, cuja reflexão teórica está ancorada nos estudos queer, procuramos também pensar a noção de corpo e materialidade com a finalidade de apresentar a intersexualidade como condição corpórea que desmonta a “fantasia” de corpos dimórficos. Pôde-se concluir a partir do debate sobre o tema da normalização que o diálogo entre essas correntes de pensamento possibilitou problematizar os efeitos da heteronormatividade nas pessoas intersexuais, capaz de produzir rejeição social, invisibilidade e vulnerabilidade nos modos de existência desses sujeitos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mikelly Gomes da Silva, UFRN

 

Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e membra do Núcleo Interdisciplinar Tirésias (UFRN). 

Marcos Mariano Viana da Silva, UFRN

Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e membro do Núcleo Interdisciplinar Tirésias (UFRN). 

Downloads

Publicado

21-02-2018

Como Citar

GOMES DA SILVA, M.; VIANA DA SILVA, M. M. A SANÇÃO NORMALIZADORA EM CORPOS INTERSEXO: UMA REFLEXÃO A PARTIR DE FOUCAULT E BUTLER. Revista Inter-Legere, [S. l.], v. 1, n. 21, p. 122–144, 2018. DOI: 10.21680/1982-1662.2017v1n21ID13489. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/interlegere/article/view/13489. Acesso em: 12 jul. 2024.