A preservação do acervo de uma biblioteca universitária na cidade de Salvador frente ao paradigma pós-custodial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2447-0198.2022v6n0ID27753

Palavras-chave:

memória, preservação de acervo bibliográfico, paradigma pós-custodial, instituição de ensino superior, biblioteca universitária

Resumo

Esse artigo tem por objetivo analisar como foi realizada a conservação e preservação do acervo da biblioteca pertencente a uma Instituição de Ensino Superior, da Cidade de Salvador, sob a perspectiva do paradigma pós-custodial. A pesquisa desenvolveu-se a partir de um estudo de caso; quanto aos objetivos a pesquisa caracterizou-se como descritiva e quanto a sua abordagem ela é qualitativa. Para coleta de dados, utilizou-se a observação direta, como também se coletou o relato de funcionários da biblioteca, por meio de entrevista semiestruturada. Os resultados apontaram que a falta de preocupação, por parte dos gestores da IES e dos profissionais da informação envolvidos, com a conservação do acervo acarretou a perda de obras raras, sobretudo na área da contabilidade, e também de acervos pessoais de acadêmicos baianos, como também na perda informacional que esses suportes preservavam, pela falta de uma política de coleções coerente e pela falta de preparo dos profissionais que não estavam preparados para a transição equilibrada entre os paradigmas custodial e pós-custodial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Débora Leitão Leal, Universidade Federal da Bahia

Mestra em Ciência da Informação.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2011.

ECO, Umberto. A Biblioteca. Lisboa: Difel, 1994.

LEITÃO, Débora Sampaio. A competência informacional em pesquisa no contexto digital: um estudo de caso sobre o sistema de bibliotecas da Universidade Federal da Bahia. 2016. 150 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado em Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/bitstream/ri/20727/1/D%c3%a9bora%20Sampaio%20Leit%c3%a3o%20-%20DISSERTACAO.pdf. Acesso em: 8 jan. 2022.

MACHADO, Amélia. O que é pesquisa qualitativa? 2021. Disponível em: https://www.academicapesquisa.com.br/post/o-que-%C3%A9-pesquisa-qualitativa#:~:text=Pesquisa%20qualitativa%20examina%20evid%C3%AAncias%20baseadas,emp%C3%ADricos%2C%20coletados%20de%20forma%20sistem%C3%A1tica. Acesso em: 28 mar. 2022

MILANESI, Luiz. Biblioteca. Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2002.

OLIVEIRA, Thiago Pinheiro Ramos de; COSTA, Maria de Fátima Oliveira; NUNES, Jefferson Veras. As competências do bibliotecário de referência frente ao paradigma pós-custodial. Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Brasília, v. 13, n. 1, p. 38-55, jan./abr. 2020. Disponível em: https://repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/50666/1/2020_art_tproliveira_mfocosta_jvnunes.pdf. Acesso em: 8 jan. 2022.

PEREIRA, Ana Maria; LAURINDO, Danielle Bianchi Rachadel; SANTIAGO, Silvana Adir. A representação descritiva e temática dos estoques informacionais da BPSC: relato de experiência. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 16, n. 1, p. 358-380, jun. 2011. Disponível em: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/download/756/pdf_55. Acesso em: 5 abr. 2022.

PINHEIRO, Ana Virgínia; SANTOS, Cássia Rosania Nogueira dos; ROCHA, Vânia Melo da; GODOY, Rosani. O histórico da biblioteca como instrumento de gestão e salvaguarda das coleções de livros raros e especiais na biblioteca universitária brasileira. In: SNBU, 18., 2014, Belo Horizonte. Anais [...]. Belo Horizonte: SNBU, 2014. p. 1-14. Disponível em: https://www.bu.ufmg.br/snbu2014/wp-content/uploads/trabalhos/549-2341.pdf. Acesso em: 25 mar. 2022.

PIZZANI, Luciana; SILVA, Rosemary Cristina da; BELLO, Suzelei Faria; HAYASHI, Maria Cristina Piumbato Innocentini. A arte da pesquisa bibliográfica na busca do conhecimento. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v. 10, n. 1, p. 53-66, dez. 2012. DOI: https://doi.org/10.20396/rdbci.v10i1.1896. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/1896/pdf_28. Acesso em: 1 abr. 2022.

RIBEIRO, Fernanda. Gestão da informação / Preservação da memória na era pós-custodial: um equilíbrio precário? In: MESA-REDONDA DE PRIMAVERA DO PORTO – “Conservar para Quê?”, 8., 2005, Porto. Actas [...]. Porto: FLUP, 2005a. p. 1-8. Disponível em: https://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/artigo8861.PDF. Acesso em: 6 out. 2021.

RIBEIRO, Fernanda. Os arquivos na era pós-custodial: reflexões sobre a mudança que urge operar. Boletim Cultural – Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Vila Nova de Famalicão, v. 1, p. 129-133, 2005b. Disponível em: https://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/artigo10091.pdf. Acesso em: 6 out. 2021.

SANTOS, Josiel Machado. Bibliotecas no Brasil: um olhar histórico. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 6, n. 1, p. 50-61, 2010. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/132. Acesso em: 25 mar. 2022.

SILVA, Armando Malheiro da. Mediações e mediadores em Ciência da Informação. Prisma.com, Porto, v. 2, n. 9, p. 68-104, abr. 2009. Disponível em: https://ojs.letras.up.pt/index.php/prismacom/article/view/2057/3098. Acesso em: 6 out. 2021.

SOARES, Ana Paula Alves; PINTO, Adilson Luiz; SILVA, Armando Malheiro da. O paradigma pós-custodial na arquivística. Páginas A&B: arquivos e bibliotecas, Porto, v. 4, n. 3, p. 22-39, jan. 2015. Disponível em: https://www.brapci.inf.br/_repositorio/2018/01/pdf_e16b37519a_0000028696.pdf. Acesso em: 8 jan. 2022.

YIN, Robert. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2 ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

Downloads

Publicado

12-05-2022

Como Citar

LEAL, D. L. A preservação do acervo de uma biblioteca universitária na cidade de Salvador frente ao paradigma pós-custodial. Revista Informação na Sociedade Contemporânea, [S. l.], v. 6, n. 1, p. e27753, 2022. DOI: 10.21680/2447-0198.2022v6n0ID27753. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27753. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê XV Encontro Nacional de Informação e Pesquisa em Informação (CINFORM)