EXPLORANDO A CULTURA DIGITAL NA SALA DE AULA

UM ENFOQUE NA ANÁLISE E CRIAÇÃO DE MEMES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/1984-3879.2024v24n1ID36011

Palavras-chave:

memes, espanhol como língua estrangeira (ELE), redes sociais, educação digital, criatividade linguística

Resumo

Este artigo propõe incorporar a análise e criação de memes no ensino de espanhol como língua estrangeira, utilizando as redes sociais como ferramentas educativas. Destaca-se a importância de familiarizar os alunos com os memes, desenvolver sua competência comunicativa, fomentar a criatividade e o pensamento crítico, e refletir acerca do uso da linguagem e do humor em diferentes contextos. Para tal, explorar-se o papel do Instagram como plataforma mediadora nas interações sociais, destacando sua relevância na esfera educativa para a análise e produção de memes. Além disso, examina-se a natureza dos textos multimodais no ambiente digital e explora como esses textos se tornaram uma forma de comunicação contemporânea amplamente utilizada, especialmente nas redes sociais; analisa o meme como um gênero discursivo emergente na cultura digital, explorando suas características e sua relevância no ensino de línguas estrangeiras. Por fim, apresenta-se uma proposta didática para integrar a análise e a criação de memes no ensino de espanhol como língua estrangeira (ELE): esta proposta oferece uma oportunidade prática e divertida para que os alunos explorem a língua e a cultura espanhola através de um meio contemporâneo e relevante na sociedade digital atual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Marques de Souza, Universidade Estadual da Paraíba

As palavras e as manifestações artístico-culturais sempre foram uma paixão, permeando a minha constituição pessoal e profissional. Tendo a palavra como elemento estruturante da minha carreira, atuo como Professor Doutor Associado no Departamento de Letras e Artes e no Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), na linha de pesquisa Linguagens, Culturas e Formação Docente. Oriento pesquisas de Mestrado e Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino (PPGLE-UFCG) nas linhas de pesquisa: 3. Ensino de línguas e formação docente e, 4. Práticas Sociais, Históricas e Culturais de Linguagem. Tenho formação nas áreas de Letras, Línguas Estrangeiras, Tradução, Relações Internacionais e Educação. Para além da palavra, o cinema, arte que agrega outras linguagens, foi o mediador das reflexões desenvolvidas na minha pesquisa de doutorado (USP). No estágio de pós-doutorado (como bolsista PNPD-CAPES-MEC) em Educação Contemporânea (UFPE), dialoguei com a consolidação da minha linha de pesquisa em Tecnologias, Culturas e Linguagens (TECLIN), registrada no diretório de Grupos de Pesquisas do CNPq, no qual sou líder do TECLIN e do Círculo de Bakhtin em Diálogo (UEPB). Atualmente, meus temas de interesse gravitam em torno da: i) Linguística Aplicada: ensino-aprendizagem e mediação; ii) Diplomacia Cultural e Políticas Linguísticas, iv) Teoria Dialógica da Linguagem. fabiohispanista@gmail.com

Laís de Sousa Nóbrega Aguiar Pereira, Universidade Federal de Campina Grande

Doutoranda em Linguagem e Ensino pela Universidade Federal de Campina Grande (PPGLE/UFCG). Mestra em Linguagem e Ensino pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG, 2022). Licenciada em Letras Português pelo Instituto Pedagógico de Minas Gerais (IPEMIG, 2021). Especialista em Tradução de Espanhol (UNESA, 2020) e em Ensino de Língua Espanhola (FAVENI, 2018). Licenciada em Letras-Espanhol pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG, 2016). É pesquisadora integrante do Grupo de Pesquisa "O círculo de Bakhtin em diálogo - UEPB" cadastrado no DGP do CNPq e atua especificamente na linha 3 "TECLIN - Tecnologias, Culturas e Linguagens". Possui Diplomas de Espanhol como Língua Estrangeira - nível B2 (2013) e nível C2 (2014), emitidos pelo Instituto Cervantes. É tradutora freelancer (português - espanhol) e (espanhol - português). Desenvolve pesquisas envolvendo ensino de Espanhol como Língua Estrangeira e Tradução. 

Alexandre de Souza Cruz, Universidade Estadual da Paraíba

Possui graduação em Educação Física (Licenciatura e Bacharelado) pela Universidade Estadual da Paraíba- UEPB (2015) e Licenciando em Artes pela FAVENI (2022). É especialista em Educação Física Escolar, em Psicomotricidade e em Educação a Distância. Mestrando em pelo Programa de Pós-Graduação em Frmação de Professores - PPGFP da Universidade Estadual da Paraíba -UEPB. Atualmente, é professor na Universidade Paulista ? UNIP/Campina Grande, na Rede Municipal de Educação de Campina Grande- PB (SME-SG) e na Rede Estadual de Ensino do Rio Grande do Norte (SEEC-RN). É membro do Grupo de Pesquisa O Círculo de Bakhtin em Diálogo (DGP-CNq-UEPB) e é pesquisador dos sentidos construídos, na e pela linguagem, a respeito da Educação Física na Escola Pública. Seus temas de interesse são Educação Física Escolar, Políticas públicas de educação e lazer, educação inclusiva.

Inácio Hélio Moreira do Nascimento, Universidade Estadual da Paraíba

Licenciado em Letras Português (UFCG). Licenciando em Letras Espanhol (UEPB). Professor da Rede Estadual da Paraíba.

Déborah Letícia Ferreira de Sousa, Universidade Federal de Campina Grande

Mestranda em Linguagem e Ensino pela Universidade Federal de Campina Grande. Pós-Graduada no curso de especialização O Círculo de Bakhtin em diálogo: linguagem, cultura e sociedade (2023). Graduada em Letras-Espanhol pela Universidade Estadual da Paraíba (2023). É membro do Grupo de Pesquisa Círculo de Bakhtin em diálogo (UEPB/CNPq). Tem interesse nas áreas da Análise do Discurso, com foco na Teoria Dialógica da Linguagem, da Mitologia Comparada e da Editoração e Diagramação.

Referências

ALMEIDA, L. B C. de.; CERIGATTO, M. P. Educação para comunicação e redes sociais: proposta de trabalho com linguagem cinematográfica. Comunicação & Educação. Ano XXII, v. 1, jan/jun. p. 53-61, 2017.

ARAÚJO, J.; LEFFA, V. (orgs.) Redes sociais e ensino de línguas: o que temos de aprender? São Paulo: Parábola, 2016.

AREA, M. M.; MARTIN, A. G.; FERNÁNDEZ, F. V. Alfabetización digital y competências informacionales. Madrid: Editorial Arieel, 2012.

BUENO, E. P.; SOUZA, F. M. Cutting Through Layers of Brazilian Humor: Sampling the Past, Commenting on the Present, and Perhaps Creating the Future. In: Héctor Fernández l'Hoeste (Editor), Juan Poblete (Editor). (Org.). Internet, Humor, and Nation in Latin America. 1ed.Florida: University of Florida Press, 2024, v. 1, p. 30-45.

GEGe – Grupo de Estudos dos Gêneros do Discurso. Palavras e contrapalavras: Glossariando conceitos, categorias e noções de Bakhtin. São Carlos: Pedro & João Editores, 2009.

INOCÊNCIO, L; LOPES, C. P. ‘Brace yourselves, the zuera is coming’: memes, interação e reapropriação criativa dos fãs na página Game of Thrones da Depressão. In: Intercom – sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XVIII Congresso de Ciências da Comunicação na Região Nordeste, 18., 2015, Natal – RN. Anais [...]. Intercom, 2015. p. 01 – 15.

RECUERO, R. Discurso mediado por computador nas redes sociais. In: ARAÚJO, J.; LEFFA, V. (orgs.) Redes sociais e ensino de línguas: o que temos de aprender? São Paulo: Parábola, 2016.

RIBEIRO, A. E. Escrever, hoje: palavra, imagem e tecnologias digitais na educação / Ana Elisa Ribeiro. – 1.ed. – São Paulo: Parábola, 2018.

RIBEIRO, A. E. Textos multimodais: leitura e produção / Ana Elisa Ribeiro. – 1.ed. – São Paulo: Parábola Editorial, 2016.

ROJO, R. H. R. Gêneros discursivos do Círculo de Bakhtin e multiletramentos. In: ROJO, R. H. R (Org.). Escol@ Conectad@: os multiletramentos e as TICs. São Paulo: Parábola Editorial, 2013. Pp. 13-36.

ROJO, R. H. R. Pedagogia dos multiletramentos: diversidade cultural e de linguagens na escola. In: ROJO, R. H. R; MOURA, E. (Org.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012, p. 7-31.

SOUZA, F.M.; SANTOS, G. De. Velhas práticas em novos suportes? As Tecnologias Digitais como mediadoras do complexo processo de ensino-aprendizagem de línguas. 2. Ed. - São Paulo: Mentes Abertas, 2019, 164 p.

Publicado

11-05-2024

Como Citar

SOUZA, F. M. de; DE SOUSA NÓBREGA AGUIAR PEREIRA, L. .; DE SOUZA CRUZ, A. .; MOREIRA DO NASCIMENTO, I. H. .; FERREIRA DE SOUSA, D. L. . EXPLORANDO A CULTURA DIGITAL NA SALA DE AULA: UM ENFOQUE NA ANÁLISE E CRIAÇÃO DE MEMES. Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação, [S. l.], v. 24, n. 1, p. AR11, 2024. DOI: 10.21680/1984-3879.2024v24n1ID36011. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/36011. Acesso em: 24 jul. 2024.