A Buddhist Approach to International Relations

Radical Interdependence

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/1984-3879.2024v24n1ID34921

Palavras-chave:

Resenha., Budismo, Capitalismo

Resumo

A seguinte resenha possui como objetivo apresentar e refletir criticamente os principais pontos do livro "A Buddhist Approach to International Relations: Radical Interdependence" de William J. Long publicado pela editora Palgrave McMillan em 2021. O autor defende a tese de que o budismo oferece às Relações Internacionais uma alternativa teórica para entender o mundo e sua complexidade. Assim, o livro discute as bases filosóficas do budismo e como estas influenciam a formação de interpretações originais sobre a política, economia e a própria formação do Estado-nação. Por fim, o livro apresenta casos práticos de aplicação de sua abordagem budista para o estudo das Relações Internacionais. Acreditamos que a resenha desse livro, gratuito no site da editora, poderá ajudar pesquisadores que procuram estudar a complexa relação entre religião, política e relações exteriores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

LONG, William. A Buddhist Approach to International Relations: Radical Interdependence.

Londres: Palgrave Macmillan, 2021.

Downloads

Publicado

09-03-2024 — Atualizado em 18-03-2024

Versões

Como Citar

GALDINO NETO, J. F.; GADELHA, D. A Buddhist Approach to International Relations: Radical Interdependence. Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação, [S. l.], v. 24, n. 1, p. RS01, 2024. DOI: 10.21680/1984-3879.2024v24n1ID34921. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/34921. Acesso em: 29 maio. 2024.