Professores, Mestres e Educadores: a Docência aos Olhos do Jornal O Repórter (Uberlândia-MG: 1950-1970)

  • Sauloeber Tarsio de Souza Universidade Federal de Uberlândia
  • José Lito Salustriano da Silva Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: representações, Imprensa Escrita, História da Docência, Triângulo Mineiro

Resumo


Neste texto, abordamos a ideia de docência veiculada no jornal “O Repórter”, tentando identificar o estereótipo de professor(a) que era apresentado aos seus leitores. No processo de coleta das notícias, levantamos 846 matérias relativas a educação na coleção deste jornal constante do acervo do Arquivo Público Municipal de Uberlândia-MG, no período entre 1950 e 1963. A temática debatida em torno da profissão docente foi bastante expressiva com cerca de 10% do total das reportagens (87 notícias). As reflexões alcançadas indicam que no processo de acelerado crescimento da rede escolar urbana do município mineiro, as representações dos professores eram apresentadas entre dois polos distintos muitas vezes como figuras de prestígio dignas de exaltação, mas também em alguns momentos acusados pela precariedade da educação em função da má formação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Lito Salustriano da Silva, Universidade Federal de Uberlândia

Pedagogo (Campus do Pontal - UFU).

Referências

  • Bugelli, Alexandre Hamilton. (2008). A crise econômica brasileira dos anos 1960: uma reconstrução do debate. 2008. 178 f. Dissertação (Mestrado em Economia) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

  • Cunha, Luis Antônio; Góes, Moacyr de. (1989). O golpe na educação. 6. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zarar Editor.

  • Dantas, S. M. (2017). Três cidades, um projeto: a modernidade no Triângulo Mineiro. Territórios e Fronteiras, 10(2), 212-232.

  • Franco, Isaura Melo. (2020). A Juventude Estudantil pelo olhar dos jornais do Triângulo Mineiro: entre a tutela e a subversão (décadas de 1950 e 1960). Tese de Doutorado em Educação, Universidade Federal de Uberlândia.

  • Freitas, Anamaria Gonçalves Bueno de. (2015). Formação de professores: demandas do passado e desafios do presente. Pensar a Educação em Revista, Curitiba/Belo Horizonte, 1(3), 5-19, out-dez.

  • Luca, Tânia Regina de. (2006). História dos, nos e por meio dos periódicos: trajetórias e perspectivas analíticas. In: Pinsky, Carla. (Org.). Fontes Históricas. São Paulo: Contexto.

  • Machado, Flavio; Gatti Junior, Décio. A Escola Estadual de Uberlândia: Anotações de Pesquisa. Cadernos de História da Educação, 1(1). jan./dez.

  • Nóvoa, A. (1992). Notas sobre formação (contínua) de professores. [S.l: s.ed.], 1992. (Mimeografado).

  • Souza, Sauloéber T.; Silveira, Daiane de Lima Soares. (2020) Vidas escolares entrecruzadas por itinerários migratórios: cultura e identidade de nordestinos no triângulo mineiro. Revista Perspectiva, Florianópolis, 38(4), 01-24, out./dez.

  • Vicentini, Paula Perin; Lugli, Rosário Genta. (2009). História da Profissão Docente no Brasil: representações em disputa. São Paulo: Cortez Editora.

  • Tanuri, Leonor. (2000). História da formação de professores. In: Saviani, Dermeval; Cunha, Luiz Antonio; Carvalho, Marta Maria Chagas de. 500 anos de educação escolar. São Paulo: ANPED/Autores Associados.

  • Xavier, L. N. (2014). A construção social e histórica da profissão docente uma síntese necessária. Revista Brasileira de Educação, 19, 827-849.

Publicado
13-08-2021
Como Citar
Souza, S. T. de, & Silva, J. L. S. da. (2021). Professores, Mestres e Educadores: a Docência aos Olhos do Jornal O Repórter (Uberlândia-MG: 1950-1970). History of Education in Latin America - HistELA, 4, e23974. https://doi.org/10.21680/2596-0113.2021v4n0ID23974
Edição
Seção
Artigos